Dermaroller dói?

Um dos principais questionamentos que recebo é se o tratamento com Dermaroller dói. A resposta é sim, dói! Esta é, sem dúvida, uma das principais perguntas que recebo através dos comentários aqui do blog e também de pessoas próximas quando comento sobre o tratamento que estou fazendo.Dermaroller dói

Para quem não sabe o tratamento chamado microagulhamento utiliza um aparelho chamado Dermaroller que é constituído por centenas de pequenas agulhas em um rolinho e que durante o tratamento é deslizado pelo rosto, principalmente nas regiões onde existe uma maior incidência de marcas de espinhas e cicatrizes causadas geralmente pela acne.

Por esse motivo a principal dúvida é relacionada a dor que isso pode proporcionar no rosto do paciente, afinal, só de olhar já dói. Antes de começar o tratamento eu tinha essa dúvida, mas infelizmente não encontrei uma resposta concisa sobre o fato de doer ou não, e, portanto, optei por fazer o tratamento mesmo assim.

Curso

Mas afinal, dói muito o tratamento com Dermaroller?

No meu caso eu posso dizer que dói e isso se deve principalmente por estar utilizando micro agulhas de 2 mm. Porém ao mesmo tempo é uma dor completamente suportável e que não dura muito tempo pois o tratamento é bem rápido e varia em torno de 5 a 10 minutos, ou nem isso.

Geralmente a médica dermatologista faz movimentos bem rápidos no sentido vertical, horizontal e transversal em todos os locais onde existe marcas e cicatrizes de espinhas. (veja imagem abaixo)

Microagulhamento dói?

O Dermaroller é deslizado por todo o rosto em todas as direções, principalmente nas regiões onde tem mais marcas de espinhas

No entanto, pouco antes do tratamento, é aplicado sobre o rosto o gel que serve para anestesiar um pouco a pele. Para amenizar um pouco mais as dores por causa do tratamento com as micro agulhas também optei por colocar um comprimido sublingual que também é utilizado para anestesiar a pele. Afinal, quanto mais anestesiada a pele, melhor! 😀

Mas de toda maneira o segredo é perder o medo assim como fez a Cris Pinzan que tomou coragem e não se arrependeu.

Outro ponto a se observar é que cada tratamento funciona de uma maneira diferente e as dores também são bem pessoais. Talvez as mulheres sejam menos moles que os homens. 🙂 Já ouvi comentários que no microagulhamento feito para estrias as dores são menores que no rosto.

Meu Dermaroller conta com agulhas de 2 mm e isso também deve influenciar diretamente nas dores que sentimos durante o tratamento. Quem define o tamanho das micros agulhas é o dermatologista e elas podem variar de 0,25 mm até 2,5 mm e isso depende bastante da profundidade das cicatrizes e marcas. Portanto há de se saber que quanto maior o tamanho das micro agulhas, maior deverá ser a dor na região onde o Dermaroller aplicado.

Atualmente existe um tratamento chamado Radiofrequência Microagulhada que tem a mesma função dos rolinhos de agulha, no entanto, quem já fez o tratamento garante que doi bem menos que o tratamento tradicional.

O que posso dizer é que a primeira sessão foi a que menos doeu e com o passar das sessões passei a sentir algumas pequenas dores, mas é perfeitamente suportável já que é bem rápido e no fim das contas qualquer tratamento estético geralmente acaba ocasionando algumas dores por menor que seja.

Com o passar das sessões parece que dói um pouco mais, mas isso se deve também pelo fato da pele estar bem mais fina devido aos cremes estou usando no rosto e também pelo fato da médica ter que colocar um pouco mais de pressão ao deslizar o Dermaroller, principalmente nas regiões onde há uma quantidade maior de cicatrizes e marcas devido as acnes e espinhas.

O que posso dizer é que o tratamento com Dermaroller dói um pouquinho, mas que os resultados que estou obtendo até ao momento são bem superiores as dores relativas ao tratamento.

Curso

Comments

  1. By Juliano

    Responder

  2. By Marcus

    Responder

    • By Diane

      Responder

    • By Diane

      Responder

  3. By simone

    Responder

  4. By Arielle

    Responder

  5. By Camila

    Responder

  6. By Natalia

    Responder

  7. By Marcia Barbosa

    Responder

    • By rodrigo

      Responder

  8. By Celi regina Lima

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *