Microagulhamento [GUIA DEFINITIVO 2019]

Microagulhamento. Este é um tratamento que está bastante popular no Brasil e aqui você vai encontrar tudo o que precisa saber sobre o microagulhamento através deste guia.

Aqui no Brasil esse tratamento também é conhecido por outros nomes como Dermaroler, Roller, IPCA (Indução Percutânea de Colágeno por Agulhas), Agulhamento, entre outros.

Guia Microagulhamento
Guia com tudo o que você precisa saber sobre o microagulhamento

O microagulhamento tem como grande objetivo estimular a pele, renovando-a, voltando a produzir colágeno e elastina de forma deixá-la muito mais macia, suave e saudável.

Curso

Através de suas micro agulhas seu objetivo é fazer microfissuras na parte superior da pele fazendo com que haja novamente a produção de colágeno e elastina na área danificada.

O microagulhamento pode ser utilizado para melhorar o tom da pele além de diminuir o aparecimento de cicatrizes, reduzir o tamanho dos poros, estrias, entre outros problemas estéticos que vamos abranger neste artigo.

Para otimizar ainda mais o tratamento é possível utilizar um combinado de outros produtos que é denominado como ‘drug delivery’, desta forma a pele absorve ainda mais essas substâncias melhorando os resultados finais.

Já existem diversos tratamentos disponíveis no mercado brasileiro e em muitos casos algumas pessoas acabam fazendo em casa, no entanto, é sempre bom tomar bastante cuidado ao realizar tratamentos que perfuram a pele.

Neste guia sobre microagulhamento nós vamos abordar todos assuntos de forma que você possa encontrar aqui tudo o que precisa saber sobre o microagulhamento.

Vem comigo…

O que é microagulhamento?

O microagulhamento é um procedimento estético minimamente invasivo que serve para resolver problemas de pele através do estímulo a produção de colágeno em regiões onde há o envelhecimento da pele ou depressão geralmente originária de cicatrizes, estrias, celulite, etc.

Por esse motivo o tratamento também é chamado de IPCA – Indução Percutânea de Colágeno com agulhas.

Esse tratamento é indicado principalmente para quem quer desaparecer com cicatrizes de acne e marcas de estrias pelo corpo. Ele promove um rejuvenescimento e limpeza da pele.

Além disso, o microagulhamento também é indicado para rugas, melasma, queda de cabelo entre outros tratamentos relacionados a pele facial e corporal.

Ele pode ser indicado principalmente para quem optou por fazer peelings ou outros tratamentos dermatológicos, mas que não surtiram efeito ou não obtiveram os resultados desejados.

IPCA (Indução percutânea de colágeno)

O microagulhamento também recebe o nome de IPCA – Indução Percutânea de Colágeno com Agulhas.

O tratamento consiste em utilizar um aparelhinho em formato cilíndrico com centenas de micro agulhas apoiadas por uma haste.

A ideia do tratamento é deslizar esse aparelhinho sobre a pele do paciente de forma que sejam feitas micro lesões na pele com o objetivo principal de voltar a estimular colágeno na região.

Portanto, isso gera uma inflamação e depois de acontecer a cicatrização da pele os fibroblastos vão produzir mais colágeno e tentar recompor o tecido que estava lesionado.

Quais os benefícios do microagulhamento

Este é um tratamento que traz muitas vantagens para a aparência da pele e do corpo. A seguir vamos citar alguns dos benefícios de quem opta pelo fazer o tratamento com o microagulhamento.

  • Reduz e melhora a aparência de cicatrizes de acne no rosto
  • Diminui rugas
  • Melhora a aparência de estrias
  • Diminui os poros abertos e dilatados
  • Deixa a pele com uma textura mais macia e bonita
  • Também é indicado para cicatrizes cirúrgicas e traumáticas
  • Diminuir a flacidez da pele
  • Deixa as linhas de expressão mais suaves
  • Reduz as manchas de melasma
  • Indicado também para diminuir a hiperpigmentação de manchas
  • Facilita que a pele absorve produtos para limpeza da pele
  • O tratamento estimula novamente a produção de colágeno
  • Indicado para tratamentos de perda de cabelo (Calvície / Alopécia)

Como podemos ver o microagulhamento pode tratar diversos problemas relacionados à pele e pode dar um resultado até maior do que tratamentos caros, como por exemplo, um laser ou plásticas que são bem caros, dolorosos e necessitam de um tempo de repouso em casa.

É importante ressaltar que é possível ter resultados eficazes e satisfatórios com um custo-benefício bem melhor através do microagulhamento, e o melhor, com a vantagem de poder trabalhar e fazer afazeres normais no dia seguinte à sessão.

Tipos de microagulhamento

Cada vez mais as pessoas estão em busca de tratamentos para melhorar a aparência de seu corpo e da pele.

Através do microagulhamento é possível tratar diversos problemas estéticos relacionados as cicatrizes, estrias, melasma, flacidez, rugas e linhas de expressão entre diversos outros problemas estéticos que incomodam as pessoas.

Portanto, a boa notícia é que o microagulhamento permite que sejam tratados os mais variados tipos de problemas dos pacientes relacionados a pele e ao corpo.

Vem comigo conhecer alguns dos tipos de microagulhamento que podem ser feitos.

Microagulhamento capilar

Se tem uma coisa que mexe com a autoestima do homem é o cabelo.

Por esse motivo é bastante comum o público masculino procurar centros dermatológicos ou clínicas de estéticas em busca de um tratamento para resolver os problemas relacionados à queda de cabelo, ou seja, a calvície (Alopecia).

Há diversos estudos que apontam o microagulhamento como um tratamento eficaz para diminuir a queda de cabelo.

Basicamente o microagulhamento capilar funciona da seguinte maneira:

Quando é aplicado o Dermaroller no couro cabeludo são criadas microfissuras de forma que começa a acontecer o sangramento na região.

Assim as plaquetas começam a conter o sangramento e dessa maneira inicia-se uma produção de fatores de crescimento que geram um estímulo para os fibroblastos produzirem colágeno.

Neste mesmo processo os queratinócitos começam a produzir queratina que é a proteína que forma o cabelo.

Desta maneira o microagulhamento capilar permite que comecem a nascer novos fios na área onde anteriormente havia a calvície, ou seja, a falta de cabelo.

Microagulhamento para estrias

Estrias e Celulite é um problema que incomoda 10 em cada 10 mulheres.

O tratamento com o microagulhamento também é bastante eficaz para amenizar e até mesmo eliminar as estrias nas mais variadas partes do corpo.

Durante o tratamento o profissional faz uma higienização completa na região onde será feito o microagulhamento onde estão as estrias.

O próximo passo do dermatologista, esteticista ou profissional que irá desempenhar o tratamento, é definir o tamanho das agulhas que vão de acordo com cada paciente. Para estrias geralmente são utilizadas agulhas entre 0,5 e 1,5mm.

O tratamento com o microagulhamento para estrias é o mesmo para as outras regiões do corpo. O profissional vai fazer movimentos bastante rápidos com o Dermaroller em todos os sentidos.

Desta maneira a pele vai receber um estímulo e voltará a produzir colágeno eliminando assim as estrias e deixando a aparência da pele muito mais bonita e lisinha.

Microagulhamento no rosto

Um dos tratamentos mais procurados quando o assunto é microagulhamento diz respeito ao facial, ou seja, no rosto.

Sem dúvida, o nosso rosto é uma das partes mais importantes do nosso corpo, isto porque geralmente o primeiro contato que temos com outra pessoa é olhando em sua face. Nosso rosto é o cartão do visitas junto com o sorriso.

Geralmente o aparecimento de acne durante a adolescência e juventude acaba ocasionando no futuro o surgimento de cicatrizes no rosto que são ocasionados pela acne.

Por esse motivo o aspecto da pele com cicatrizes ou com poros abertos acaba incomodando tanto homens quanto mulheres.

A boa notícia é que o tratamento de microagulhamento no rosto tem sido bastante eficaz quando o assunto é remover cicatrizes de acne.

Basicamente o tratamento facial de microagulhamento segue a mesma linha da outras partes do corpo.

É necessário fazer uma assepsia da pele e definir qual o tamanho das agulhas ideal para a situação das cicatrizes do paciente. Para marcas de acne costuma-se usar agulhas acima de 1,5mm. Isso vai depender da profundidade das cicatrizes.

Feito isso o profissional irá deslizar o roller fazendo movimentos em todas as direções e bem rápidos.

Isso fará micro fissuras na pele para posteriormente voltar a ser produzido o colágeno naquele local e por consequência diminuir o tamanho das cicatrizes no rosto.

Aqui no site você pode encontrar o diário do meu tratamento de microagulhamento no rosto.

Ao todo fiz 10 sessões de microagulhamento no período de um ano.

Também é possível conferir todas as minhas fotos do antes e depois e o resultado final que obtive com este tratamento facial.

Microagulhamento para melasma

É bastante difícil encontrar um tratamento eficiente no combate ao melasma.

Geralmente o melasma tem como principal característica manchas escuras com diversas intensidades que aparecem geralmente no rosto de mulheres.

Na maioria dos tratamentos é difícil manter o paciente longe do melasma por muito tempo e por esse motivo o microagulhamento tem sido uma boa opção para quem tem problema relacionado a melasma.

Em um estudo com pacientes que tinham melasma foram feitas sessões de microagulhamento sem o uso de qualquer outro produto.

O protocolo consiste em uma anestesia no local cerca de 30 minutos antes do microagulhamento. O roller utilizado foi de agulhas de 1,5 milímetros.

O aparelhinho foi deslizando em movimentos nas 4 direções por 10 vezes. Depois disso os pacientes tiveram orientação para utilização noturna de uma fórmula despigmentante e também um filtro solar. Depois de 30 dias foi feito o mesmo procedimento novamente.

A boa notícia é que de todos os pacientes que se submeteram a este microagulhamento avaliaram o tratamento como excelente no combate ao melasma.

Desta maneira o microagulhamento para melasma pode ser uma boa alternativa para quem sofre com esse problema e quer resolver definitivamente.

Tamanho das agulhas do Dermaroller

É muito importante salientar que os tamanhos das agulhas influenciam diretamente no tipo de tratamento que é necessário fazer e também nos resultados.

A seguir você pode conhecer um pouco sobre o tamanho das agulhas e também quais os tratamentos que elas são indicadas.

  • Agulhas de 0,5 mm – Esse tipo de agulha é normalmente utilizado em casa e serve para fazer tratamentos mais leves como cicatrizes de acne, estrias e rugas superficiais.
  • Agulha de 1 mm – Dermaroller com agulha de 1 mm geralmente é utilizado para tratar cicatrizes de acnes intermediárias assim como celulite, estrias não tão profundas, entre outros. Em alguns casos as agulhas de 1 mm também são utilizadas para fazer tratamentos relacionados a queda de cabelo, a calvície.
  • Agulha de 1,5 mm a 3 mm – Agulhas superiores a 1,5 mm são para uso exclusivo de profissionais especializados em microagulhamento. Esse tamanho de agulha é ideal para cicatrizes de acne mais profundas assim como estrias, celulite mais aparentes.

Qual o preço de uma sessão

O valor por uma sessão de microagulhamento pode variar bastante de acordo com o tratamento, a região a ser tratada e também a localidade física.

Hoje em dia o preço de uma sessão de microagulhamento tem diminuído bastante principalmente pelo fato de novos profissionais se atualizarem através de cursos de microagulhamento, desta maneira mais profissionais oferecendo serviço a tendência é que o valor de uma sessão seja mais barato.

Se levarmos em consideração todo o território brasileiro o que podemos dizer é que uma sessão de microagulhamento pode variar de R$ 150 até R$ 700 por uma única sessão.

No entanto, é bom lembrar que tudo vai depender do tamanho da área a ser tratada a cidade e também a quantidade de sessões necessárias.

Por exemplo: Para um caso de microagulhamento em cicatrizes de acne, na maioria das vezes, são necessárias bem mais que uma sessão. É bastante comum clínicas de estética e também centros dermatológicos oferecerem a seus pacientes pacotes com a quantidade necessária de sessões para resolver o problema com as cicatrizes.

Neste caso as sessões de microagulhamento ficam com o preço bem mais barato se compararmos apenas a uma sessão de microagulhamento isolado.

É bom lembrar também que sessões podem ter valores diferentes de preços no casos de microagulhamento no rosto, para melasma, para estrias entre os outros diversos tipos de tratamento que temos no mercado.

O ideal para economizar na hora de escolher o seu tratamento com microagulhamento é fazer orçamentos com esteticistas, dermatologistas ou outros profissionais habilitados da área da saúde que tem autorização para fazer o tratamento.

O antes e depois do microagulhamento

Sem dúvida, o antes e depois de um microagulhamento, ajuda um paciente, seja ele homem ou mulher, a tomar a decisão de fazer o tratamento.

Ao vermos imagens com resultados reais é normal termos mais confiança para realizar algum procedimento estético em nós mesmos.

Com o microagulhamento não é diferente!

A seguir vamos mostrar algumas fotos do antes e depois do microagulhamento para os diversos tipos de tratamento, como por exemplo, para marcas de cicatrizes no rosto, tratamento para melasma, capilar e estrias.

Aqui no site você pode conferir todo o meu tratamento inclusive com as fotos do antes e depois do meu microagulhamento realizado em 10 sessões.

Antes Depois Microagulhamento Rosto
Fotos do antes e depois do microagulhamento no rosto, feito para combatar cicatrizes de acne

Resultados do tratamento

Como dito anteriormente antes de optar por fazer um tratamento logo queremos saber sobre os resultados.

Dificilmente optaríamos por fazer um tratamento, que na maioria das vezes pode ser caro, se não vermos resultados eficazes.

Felizmente o microagulhamento produz resultados excelentes para resolver problemas relacionados a cicatrizes de acne, estrias, melasma, calvície, rugas, linhas de expressão, etc.

Navegando pela internet é possível encontrar imagens de antes e depois dos mais variados tipos de tratamento.

No meu caso, fiz um tratamento de microagulhamento para cicatrizes de acne e tive resultados incríveis na pele. Com o passar das semanas os resultados foram melhorando cada vez mais à medida que a pele ia produzindo mais colágeno.

O que temos que entender é que temos resultados com o microagulhamento, no entanto, eles não acontecem do dia para noite.

É normal no dia seguinte após a sessão de microagulhamento a pele estar praticamente perfeita, esticada, mesmo a pele estando um pouco avermelhada.

Isto nos dá um ânimo a mais, porém, com o passar dos dias as marcas de cicatrizes voltam ao normal e, em alguns casos, algumas pessoas relatam até uma piora no grau das cicatrizes.

Isso é normal.

Comigo foi assim. No entanto o que percebi com minha experiência é que com o passar dos meses a medida que a pele ia produzido mais colágeno ela ia ficando mais uniforme.

Portanto, o que eu posso dizer, baseado em minha experiência, é que os resultados com o microagulhamento foram espetaculares no meu caso, mas, precisei ter paciência e aguardar algumas semanas e até meses para ver um resultado mais concreto.

Aqui no site você pode encontrar um artigo com todas as fotos do meu tratamento inclusive com o antes e o depois mostrando os meus resultados reais.

A sessão do microagulhamento dói?

Quando optei por fazer o meu tratamento com microagulhamento no rosto para cicatrizes de acne vi o Dermaroller e logo pensei: “o microagulhamento deve doer bastante”.

Relutei bastante em optar por esse tratamento e já estava pensando em fazer algum peeling, como o CO2 Fracionado, por exemplo, ou outro tratamento menos invasivo.

Porém li relatos de muitas pessoas dizendo que haviam feito peelings dos mais variados tipos, mas que não obtiveram resultados. Sem contar que os preços eram bem salgados e com tempos de recuperação bem esticados.

Comecei a pesquisar ainda mais sobre o microagulhamento e descobri que o Dermaroller não produzia tanta dor quanto imaginava.

Resolvi fazer o tratamento e cheguei a seguinte conclusão.

Se você me perguntarem: “Microagulhamento dói?”.

Minha resposta será: Depende.

Realmente depende de muitos fatores.

Primeiramente da pessoa, isso porque é normal algumas pessoas sentirem mais dor que outras.

Outro detalhe importante é que a dor vai depender principalmente do tamanho das agulhas que pode variar de 0,5 mm até 3 mm. Desta maneira quanto maior o tamanho das agulhas provavelmente maior será a dor ou incômodo na região onde será aplicado o roller.

No meu caso, antes do tratamento, minha dermatologista aplicava um anestésico tópico e o que posso dizer é que sentia a pele pinicar um pouco antes da sessão, mas não sei dizer se ele amenizava a dor ou não.

O que posso afirmar é que, no meu caso, foram poucas as vezes que eu senti dor durante uma sessão de microagulhamento. Em algumas regiões sentia só um incômodo, mas bem suportável.

Na minha opinião, os resultados são infinitamente maiores do que um possível incômodo durante uma sessão com o Dermaroller.

Dermaroller? Dermapen? O que é isso?

Como dito no artigo o microagulhamento é o nome de um tratamento que tem por objetivo fazer microfissuras na pele de forma que ela se regenere produzindo mais colágeno e assim restaurando a forma original da pele.

Para fazer esse tratamento são utilizados alguns aparelhos que recebem os nomes de Dermaroller e Dermapen. Há ainda outros produtos mais modernos como o microagulhamento robótico que é um pouco mais automatizado e ainda utiliza rádio frequência.

Assim sendo normalmente encontramos nas clínicas de estética e dermatológicas as opções de se utilizar o Dermaroller ou Dermapen.

Basicamente os dois têm o mesmo objetivo e os resultados também são similares.

A principal diferença é que o Dermaroller tem um formato cilíndrico com centenas de micro agulhas que são deslizadas na área onde será feito o microagulhamento em todas as direções em movimentos bastante rápidos e firmes.

Já o Dermapen, que no Brasil também é conhecido por “microagulhamento com caneta”, como seu próprio nome sugere, tem uma aparência de caneta, porém, ele é mais automatizado que o Dermaroller.

No caso do Dermapen o profissional esteticista ou dermatologista vai passando a caneta nas regiões onde deve ser feito o tratamento e as agulhas automaticamente vão penetrando e saindo da pele.

A grande vantagem do Dermapen em relação ao Dermaroller é que é possível regular o tamanho das agulhas, assim, em regiões onde há cicatrizes e estrias mais fundas é possível regular uma agulha maior enquanto que em regiões menos profundas pode-se ajustar o tamanho de agulha menor.

Como funciona a sessão de microagulhamento

Uma sessão de microagulhamento funciona de diversas maneiras e isso vai depender da região onde será feito o tratamento.

Por esse motivo é muito importante consultar um profissional especializado para saber definir exatamente o protocolo ideal para o problema.

Basicamente o microagulhamento funciona da mesma maneira nos seus diversos tipos de atuações variando às vezes o tamanho das agulhas e o modelo do roller.

1º Passo:

Primeira deve-se consultar com um esteticista, dermatologista ou outro profissional da área da saúde habilitado para realizar o tratamento.

Feito isso o profissional irá definir tamanho de agulha e o protocolo ideal para o problema de acordo com a situação atual.

Em alguns casos o profissional pode solicitar uma limpeza de pele profunda antes de realizar a sessão.

Dependendo da região também pode ser necessário fazer uma drenagem linfática no intuito de obter melhores resultados com o microagulhamento, principalmente nos casos de tratamentos corporais.

2º Passo:

O próximo passo é aplicar o anestésico tópico que geralmente é antecedido de 15 a 30 minutos da sessão de microagulhamento. Esse anestésico geralmente é utilizado caso o paciente sinta muitas dores ou nos casos de agulhas acima de 1,5 mm.

3º Passo:

Agora é a hora é mais importante, o momento de começar o microagulhamento.

Geralmente o profissional irá deslizar o roller sobre o rosto em movimentos bem firmes e rápidos em todas as direções nos locais onde deverá ser feito o tratamento.

4º Passo (opcional):

Dependendo do caso o dermatologista ou esteticista pode utilizar alguns produtos para otimizar ainda mais os resultados. Esse procedimento é chamado de drug delivery, onde são aplicadas substâncias para otimizar os resultados como ácidos e vitaminas.

5º Passo:

Logo após o tratamento o médico dará todas as orientações necessárias para o pós microagulhamento, ou seja, ele vai indicar o que pode e o que não pode ser feito depois de uma sessão de microagulhamento.

Geralmente é indicado não se expor muito ao sol e utilizar protetor solar 24 horas após o tratamento.

Riscos e efeitos colaterais

Assim como diversos tratamentos médicos ou cosméticos podem ocorrer alguns efeitos colaterais.

Normalmente o que pode acontecer é vermelhidão da pele e um pouco de irritação no local onde foi feita a sessão de microagulhamento.

Fora isso é normal o sangramento durante a sessão embora nem todos tem este sangramento.

Em alguns casos também é possível sentir uma leve descamação da pele, principalmente se o médico ou esteticista adicionar algum ácido logo após a sessão.

Quem não pode fazer microagulhamento

É importante também salientar que em alguns casos é importante não realizar o microagulhamento.

Podemos citar:

  • Mulheres grávidas não podem fazer o microagulhamento
  • Quem possui doenças como psoríase ou eczema também são contraindicados
  • Se possuir acne, feridas abertas ou queloide também não
  • É importante durante a consulta explicar exatamente ao profissional a situação da sua pele assim como outros problemas relacionados para que ele possa avaliar.

O que esperar do tratamento

O microagulhamento não é tão invasivo como uma cirurgia plástica ou um peeling de CO2 fracionado, por exemplo, que muitas das vezes precisam de um tempo de recuperação muito maior.

Em uma sessão de microagulhamento o tempo de recuperação é mínimo e geralmente no outro dia já é possível trabalhar e fazer as tarefas cotidianas normalmente.

O que pode acontecer é uma pequena irritação da pele, mas isso é normal e é possível conviver normalmente sem maiores problemas.

Em poucos dias a pele já começa a se recuperar produzindo colágeno e isso vai ajudar no rejuvenescimento do novo tecido e em poucas semanas já é possível ver alguns resultados.

Para ter ainda melhores resultados é importante conversar com o profissional médico ou esteticista para saber se será necessário novas seções ou tratamentos complementares para ter resultados ainda mais satisfatórios.

Microagulhamento em casa

Este é um assunto bastante polêmico e que divide opiniões.

Afinal, pode fazer microagulhamento em casa ou não?

Os profissionais da área estética e dermatológica não aconselham fazer o microagulhamento em casa, isso porque apesar de não ser um procedimento muito invasivo pode ocorrer complicações durante uma sessão feita em casa.

Portanto, o indicado é procurar alguma clínica de estética com profissionais certificados ou clínicas dermatológicas ou outro profissional da área da saúde que seja habilitado para fazer o microagulhamento.

No entanto, aqui no Brasil é bastante comum fazer o microagulhamento em casa. No Youtube encontramos diversos vídeos onde blogueiras e também blogueiros mostram suas sessões de microagulhamento.

Através da internet é possível encontrar locais onde podemos comprar o Dermaroller e realizarmos o tratamento em nossa própria casa, no entanto, é preciso tomar bastante cuidados para que não ocorra infecções nem complicações.

Se está decidido a fazer o microagulhamento em sua residência o melhor é pesquisar bastante na internet antes de sair usando aparelho em sua pele, principalmente se for no rosto.

Em nosso grupo no Facebook encontramos diversas pessoas que fazem o microagulhamento em casa, seguindo um protocolo seguro, e tem bons resultados.

Outro detalhe importante é que não é recomendado o uso de Dermaroller com mais de 1 mm em casa. Caso o tratamento necessite de agulhas maiores o melhor é procurar um profissional.

Estando ciente disso, fazer o microagulhamento não tem muito segredo.

  • 1 – O primeiro passo é fazer uma boa limpeza na pele com seus produtos utilizados diariamente.
  • 2 – Se achar necessário pode usar algum anestésico como por exemplo a xilocaína de 15 a 30 minutos antes da sessão.
  • 3 – Feito isso é só passar o roller na região onde existe cicatrizes, estrias, enfim o que você quer tratar. Faça movimentos rápidos em todas as direções. Aqui no site você pode encontrar um artigo ensinando a fazer o microagulhamento corretamente.

Basicamente esses são os passos principais para realização do microagulhamento em sua casa.

É muito importante, depois da sessão, não sair em hipótese nenhuma ao sol.

Uma dica é fazer o tratamento em dias que ficará em casa e que não precisará sair para trabalhar no outro dia.

Depois de 24 horas, quando for sair de casa, nunca esquecer de passar o protetor solar.

Conclusão!

O microagulhamento é um tratamento extremamente simples e eficaz no que se compromete a fazer, por esse motivo tem sido um grande sucesso em clínicas de estéticas e dermatológicas por todo Brasil.

Atualmente o valor de uma sessão com microagulhamento tem ficado bem mais barato do que anos atrás, isso porque as clínicas estão se atualizando no sentido de oferecer um tratamento de qualidade aos seus pacientes.

Com vastos benefícios, o microagulhamento serve para vários tipos de tratamento como redução de rugas, diminuição de cicatrizes de acne, melhorias no aspecto de estrias e celulite, melhoras na flacidez da pele, linhas de expressão e rugas, no tratamento contra melasma, no tratamento contra a calvície, entre diversos outros tipos de problemas estéticos relacionados a pele facial e corporal.

Esses diversos tipos de tratamento com o microagulhamento abrem um vasto leque de serviços que podem ser oferecidos por clínicas estéticas e também por dermatologistas a um preço justo e que cabe no bolso dos brasileiros.

Aqui no site e também na internet podemos encontrar diversos depoimentos sobre os resultados e também fotos do antes e depois do microagulhamento que motivam as pessoas a optarem pelo tratamento no intuito de melhorar a aparência da pele.

Resolvi criar este Guia sobre Microagulhamento para auxiliar outras pessoas que, como eu, querem saber mais sobre como funciona o tratamento e quais os benefícios que podemos obter dessa técnica.

Espero de alguma maneira ter ajudado na sua tomada de decisão sobre fazer o tratamento com o microagulhamento.

Microagulhamento [GUIA DEFINITIVO 2019]
5 (100%) 1 vote
Curso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *